18 junho 2008

missanga a pataco 55



tantos verões que ela dançou...

Ai Casino Peninsular nesses anos gloriosos em que a infância esmorece e as pernas de uma mulher nos começavam a dizer mais do que um duelo entre o Roy Rogers e vinte maus, armadaos até aos dentes.

Ai anos e anos de salas escuras, a magia do ecran, a música, a dança, Ninotchka, mil outras ninotchkas com mil outros nomes, a graça, a leveza, o júbilo o profissionalismo, a técnica, o feeling, o encantamento, o movimento em estado puro, o movimento puro, o movimento...

Uma mulher destas não morre, é impossível. Uma mulher destas é raptada por dois anjos pícaros, respectivamente Fred Astaire e Gene Kelly, e levada para um palco longínquo onde se produzirá eternamente diante dos seus pares.

Ai Cinema Peninsular, Figueira da Foz anos cinquenta, também eu dancei no escuro, no verão, levado pela mão dessa emoção feita carne que se chamava Cid Charisse.

*o título é uma homenagem a Arne Matsson, autor premiado de "Ela só dançou um Verão" (princípios de cinquenta). E este texto tem um grande destinatário, tão de luto quanto eu: o escultor Manuel Sousa Pereira, é a vida mano, a nossa e a dos nossos amigos...

3 comentários:

jcp (José Carlos Pereira) disse...

Meu caro, pernoitei na sua Figueira num dia da semana passada e passei pelo Casino. Na sala de espectáculos restavam os despojos de umas excursões a ver um pobre show denominado "Hot Legs". Mesmo para uma quarta-feira, era mau demais...

Rui Figueiredo Vieira disse...

Infelizmente, o tempo passa, tal como a qualidade das artes e das coisas..a mente e os sentidos humanos deram o seu lugar aos computadores, à internet, e penso que se trata de um caminho sem regresso. Obrigado

M.C.R. disse...

Meu Caro JCP
Os casinos servem para os pobres diabos perderem dinheiro. Dirigem-se fundamentalmente a pessoas que ms sua imensa fraqueza julgam poder dominar o acaso. é por essas e por outros que, jogador de bridge, nunca me interessaram as máquinas ou a roleta. E menos ainda as "variedades" que animam as noites fora de estação.
O Casino Peninsular é um fantasma do que foi, nem sequer faz jus ao nome. Ter umas pobres criaturas (imagino pelo título) a dançar semi-despidas (idem) não o torna melhor nem pior do que os outros. Apenas mais decadente...mais patético... Malhas que o império de um ricaço sem vergonha mas com dinheiro tece: agarrou numa cidadezinha bonita e está a destruí-la apesar de pensar que aquilo é a galinha dos ovos de oiro. Não é!

Caro RFV A internet não é intrinsecamente má. Mau pode ser o uso que dela fazemos e o desuso em que, por ela, podem cair outras coisas. Mas a Cid juro-lhe era uma mulher e peras...
sou eu quem lhe agradece.