08 março 2009

Dia da mulher


Não gosto especialmente do dia da mulher. Assim como não gosto quando dizem, com ar condoído, “especialmente idosos, crianças, deficientes e mulheres”. Nunca, mas nunca mesmo, me senti discriminada. Sei que isso também se conquista, mas não basta. Sei também que essa não é a realidade que vive a grande maioria das mulheres, muito pelo contrário. E por isso, quase só por isso, acabo sempre por concordar que é importante que haja um dia que lembre o é forçoso lembrar.


Além disso, fiquei recentemente a saber que nos países de Leste é feriado no dia 8 de Março. Neste dia, as mulheres não fazem nada. Nada mesmo. Os homens cuidam dos filhos, da casa, de tudo. No final fazem uma festa em conjunto, homens e mulheres. Por sinal, no dia 9 também não trabalham porque a festa é mesmo farra e dura até às tantas. Parece-me bem. No caso dos trabalhos domésticos um dia de estágio pode ser salutar e uma ponte para algo mais. Quanto aos festejos em conjunto são muito melhores que a moda que se instaurou entre algumas mulheres ocidentais que festejam esse dia com um jantar só de mulheres, o que me pareceu sempre uma sensaboria.

4 comentários:

JM Coutinho Ribeiro disse...

Não posso estar mais de acordo :-)

jcp (José Carlos Pereira) disse...

Um abraço para si, cara amiga.

O meu olhar disse...

Olá CR, deve estar a referir-se aos jantares só de mulheres. Convém acrescentar que tendem a ser um pouco estridentes estes encontros, o que também não os torna muito atractivos,do meu ponto de vista. :)

Olá José Carlos, obrigada. Um abraço também para si :)

Ssyarassy disse...

Ola, como vai?

Gostaria de deixar a minha contribuição comentando sobre um site que achei muito interessante que
fala da mulher, ainda mais chegando o nosso dia, osite é:

diadamulher.kvt.org.br


Se puderem dêem uma olhada que nesse site achei muito bonito e legal...


Um forte abraço