15 março 2009

Recomenda-se

Há já algum tempo que não passava pela Afurada para ir para a praia da Madalena. Fui hoje e fiquei agradavelmente surpreendida com os arranjos na marginal desta terra de pescadores. Ficou muito bonita. Além disso, fecha o circuito de bicicleta que eu tanto gosto de fazer nesta zona. Andar de bicicleta com o mar mesmo ao lado, passar pela zona da foz, onde a calma do rio se junta à força do mar, é algo que nos faz sentir privilegiados.

Quando se passa na ponte da Arrábida, não no sentido que Rui Veloso fala na canção Porto Sentido mas no sentido contrário, vê-se uma das paisagens de que eu mais gosto: a Afurada do lado esquerdo, o rio Douro na sua entrada no mar, e do outro lado o Porto. Não consigo passar por lá sem parar lá o meu olhar. Nem a rotina me consegue arrancar esse prazer. Dessa panorâmica já se conseguia perceber que aquela marginal estava de se lhe tirar o chapéu. Confirmou-se. Recomendo vivamente um passeio por esta zona.

Na foto, uma belíssima foto de um pôr-do-sol na praia da Madalena, da autoria de António S. Pereira, retirada do site de fotografia Olhares

3 comentários:

jcp (José Carlos Pereira) disse...

Minha cara, digo muitas vezes, e talvez já o tenha escrito, que a vista deslumbrante do cima da ponte da Arrábida é uma das melhores do país. Se ali pudessemos criar uma esplanada...

O meu olhar disse...

Isso seria lindo. Imagine-se estendido confortavelmente numa poltrona com aquela paisagem aos seus pés!...

JM Coutinho Ribeiro disse...

Eu passo lá todos os dias. Vivo a escassos metros, como sabem. E todos os dias fico impressionado.