13 janeiro 2006

Notícia extraordinária

Jornalistas apanham carro de Cavaco em excesso de velocidade

Depois de um jantar em Castelo Branco a comitiva do professor passou que nem uma flecha por vários carros de jornalistas em plena auto-estrada. Os repórteres ainda tentaram acompanhar o ritmo, mas não tiveram sucesso. (...)Com uma agenda apertada, os candidatos presidenciais parecem não ter alternativa senão pisar no acelerador para cumprir os horários marcados. Depois de Mário Soares ter sido detectado por um radar quando circulava a 200 quilómetros por hora, foi a vez de a comitiva de Cavaco Silva também ter sido vista em excesso de velocidade, não pela polícia, mas pelos jornalistas.

Ora aqui está uma notícia extraordinária, manchete do Portugal Diário! Por este caminho,não tarda estão a verificar a velocidade a que andam os carros da polícia, dos bombeiros, as ambulâncias, e por aí adiante... Como devem calcular, é com notícias como estas que os portugueses vão determinar em quem votam no dia 22.

3 comentários:

Ras al ghul (NS) disse...

Não sei se alguém reparou, mas na entevista informal na SIC, quando chega à Católica na sua carrinha Mercedes, o futuro PR estaciona em cima da passadeira...

jcp (José Carlos Pereira) disse...

Reparei, sim senhor. A peça estava encenada para parecer que Cavaco andava sozinho pelas ruas de Lisboa. Só que, algum tempo depois, quando está à conversa com o jornalista da SIC, vê-se no fundo da imagem a carrinha a arrancar. Certamente, algum segurança ou assessor.

Coutinho Ribeiro disse...

Eu também vi a cena e até estava o lado do JCP. Mas isso é relevante? E terá sido culpa do candidato? Ou terá sido uma questão de produção e a culpa é da SIC que montou o aparato das camaras em certa posição que exigia aquele trajecto do candidato? Eu não sei. Não estava lá. Mas comojá andei pela C.S. deixo a questão...