08 março 2008

Estes dias que passam 98

Insuportável!
Foi a enterrar há momentos, Isaías Carrasco, basco, ex-vereador do PSOE na Câmara Municipal de Mondragón.
Também era sindicalista e jogador amador de futebol. E pai de filhos, marido, irmão, como tantos de nós, por aí.
Carrasco, afastado da vida partidária activa, foi assassinado com quatro tiros pelas costas.
Quatro tiros ! Pelas costas! Como convém à cobardia do assassino, dos seus mandadores, dos seus cúmplices, dos seus simpatizantes em Portugal que os há.
Espera-se com urgência que alguns partidos portugueses se pronunciem sobre isto. Se formos indiferentes ao crime aqui tão perto, seremos indiferentes, ao crime político dentro de portas. E perderemos o respeito que nos devemos enquanto cidadãos e pessoas que se interessam pela "coisa pública".

2 comentários:

António Lisboa Gonçalves disse...

Caro MCR, não espere pelos comentários sobre esse assunto, é que nesta tentativa de país, hoje, só se fala na demissão do Camacho!


Cumprimentos

jcp (José Carlos Pereira) disse...

MCR, concordo consigo. Todos devemos estar na primeira linha a combater estes actos terroristas. Unidos a todos os espanhóis e amantes da liberdade.