19 maio 2004

"Advogados não cumprem normas deontológicas"



Honorè Daumier, Vous avez perdu votre procés c’est vrai… mais vous avez du éprouver bien du plaisir à m’entendre plaider

4 comentários:

Gomez disse...

Aos "operadores judiciários" é geralmente apontado o pecado do corporativismo. Muitas das intervenções públicas de altos responsáveis e opinion makers das várias profissões forenses parecem querer dar razão a essa ideia feita: em regra só conseguem discernir problemas no quintal dos vizinhos (e parece que só para os problemas alheios conhecem salvíficas soluções...).
Na resposta a este inquérito, os Advogados deram provas de uma assinalável capacidadde de autocrítica, que é de louvar (digo eu, embora sendo suspeito). E deixaram um alerta que a OA não pode ignorar: apenas 25,7% dos inquiridos consideram que a acção disciplinar tem sido eficaz. É desejável que os candidatos a Bastonário assumam como prioridade inverter esta tendência. E, já agora, que as demais profissões forenses nos façam conhecer a imagem que fazem de si próprias.

J. Yoriko disse...

Caro Gomez, a imagem não passa de uma caricatura anacrónica e, certamente, descontextualizada. Tem toda a razão quanto ao que afirma no comentário. Não houve intenção de ofender uma classe que tanto prezo. Com uma abraço corporativo, como não podia deixar de ser, L.C.

Gomez disse...

Nunca pensei que a ilustração publicada visasse ofender os advogados. A classe tem, em geral, sentido de humor. Muitos apreciam estas gravuras de Daumier e até as exibem nos seus escritórios. O meu comentário incidia exclusivamente sobre a notícia, em boa hora divulgada.
Cordiais cumprimentos,

Anónimo disse...

Gomez! sempre oportuno...qui sáudááádjiii!