20 maio 2004

Um ensaio a não perder

Miguel Veiga, notável causídico da cidade do Porto, acaba de publicar um ensaio, em memória do Prof. Doutor Orlando de Carvalho, com o título ”A CONSCIÊNCIA ENTRE O LICITO E O LICITO”, Ed. “Campo das Letras”.
O ensaio é uma reflexão sobre a relação triangular que atravessa a condição temporal do homem: a sociedade, o direito e a razão.
Partilhando o desencanto das ilusões da razão, Miguel Veiga apoia-se na sua sensibilidade estética (e também ética) para abrir espaço a uma nova utopia: a que coloca o humanismo personalista no horizonte de uma justiça que dê esperança ao futuro.
O estilo é o da retórica clássica: de forma eloquente confronta-nos com argumentos que se apoiam no pensamento filosófico e numa formação interdisciplinar.
Se quiséssemos uma síntese para este ensaio, diríamos que vai contra a corrente do factualismo judiciário e faz-nos pensar numa jurisprudência valorativa que releva o papel social da justiça.

2 comentários:

J. Yoriko disse...

Sobre a primeira edição das “Conferências de S. Domingos”, realizada em Lisboa, no dia 28 de Outubro de 2003, subordinadas ao tema “O Cérebro, entre o Bem e o Mal”, em que foi proferida a de Miguel Veiga, "A consciência entre o lícito e o ilícito", consultar a OA, aqui.

J. Yoriko disse...

O site da OA é este.