22 setembro 2004

The Learned Scotchman or Magistrate's Mistake



Thomas Rowlandson. "The Learned Scotchman or Magistrate's Mistake." London: Tho. Tegg, 1812. On wove paper dated 1820. 8 5/8 x 12 11/16. Etching. Hand color. Excellent condition. George, 11971.

With Rowlandson's characteristic comic rendering, this caricature lampoons England's justice system, pointing out that the criminals were often more learned than those who judged them. Though the Scotchman uses the Latin phrase "Nemo Mortalium Omnibus Horis Sapit" [no mortal is wise at all hours] to excuse his behavior, the magistrate misunderstands the words as vulgarities. Though the judge certainly looks the greater fool in this caricature, Rowlandson does not miss the opportunity poke fun at the tartan-clad Scotsman, whose thick brogue nearly obscures his intelligent remarks.

(Extaído daqui)

3 comentários:

Joaquim Manuel COUTINHO RIBEIRO disse...

Devo confessar que estava à espera de uma reacção muito mais violenta dos "funcionários públicos" do MP ao juiz Ervil...

Laura Tavares disse...

Caro Carteiro: Se calhar por a discussão (como pretende o tal juíz Ervil) estar viciada à partida : não dever ser feita em torno do poder, mas da função. E aí, por absoluta ausência de ideias quanto à função, à sua função, o tal juíz Ervil ficaria, como já parece ter ficado, mudo...

Joaquim Manuel COUTINHO RIBEIRO disse...

Se o diz, quem sou eu para contrariar. Não quero meter foice em seara alheia....