10 junho 2005

Perdoem-me a vaidade...

Perdoem-me a vaidade, mas consegui agora mesmo colocar directamente na Base de Dados do Supremo Tribunal de Justiça (www.stj.pt) , a partir do meu gabinete, o texto integral do acórdão que acaba de ser proferido, ao mesmo tempo em que é depositado na Secção...

2 comentários:

Coutinho Ribeiro disse...

Ser vaidoso não é grave.Nem o pior defeito do mundo.Depois leio o acórdão.

M.C.R. disse...

Parabéns e um abraço.
Se quem mandava tivesse tido bom senso, já o terias conseguido há anos...
Felizmente que além de outras, e muitas qualidades. és, mais do que persistente, teimoso!